quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Colônia e body splash 1920, Água de Cheiro





Hoje quero falar sobre esses dois queridos perfumes florais atalcados que, confesso, eu nem tinha planejado comprar. Mas, quando experimentei a colônia 1920 na loja, não resisti.





Diferente de marcas que estão sempre lançando novas fragrâncias, a Água de Cheiro conseguiu se fixar no imaginário dos brasileiros apenas com seus clássicos: Absinto, Attractive, Oniric, Relic… todos inspirados em perfumes estrangeiros, só que mais suaves e mais adequados ao clima da maioria dos Estados brasileiros.



E a colônia 1920 não é diferente. Ela é sim inspirada em Flower by Kenzo, mas é um perfume floral violeta que cai bem em um dia como hoje, por exemplo: quente (31°C), seco (25%), mas parcialmente nublado.



Não tenho nenhuma amostra de Flower by Kenzo porque na época eu ainda não tinha o hábito de guardar decants de todos os perfumes, mas me lembro bem o quanto ele é intoxicante e incomoda até os vizinhos.



Também tive Red Garden, da Paris Elysees, que também é exagerado e invasivo, mais adequado com máxima de 17°C.



Mas vamos falar sobre a colônia 1920. A pirâmide olfativa divulgada no site Fragrântica cita apenas uma nota de cada camada:




  • Abertura: bergamota.
  • Meio: violeta.
  • Base: almíscar.


Mas é claro que, ao sentir o perfume, dá para notar muito mais do que isso.



Na abertura, 1920 é pungente. Sinto um acorde frutal amarelo que, além da cítrica bergamota, pode conter também pêssego, nectarina e pera. A polvorosa violeta surge em poucos segundos e vai "acalmando" as frutas. Mas a florzinha não está só. Ela veio acompanhada por um bouquet de flores brancas que pode ter lírio, gardênia e frangipani.



O corpo floral atalcado vai se fundindo à pele e deixando o cheiro cada vez mais nude, mais natural, como se minha pele obviamente tivesse cheiro de flores. "Não, não passei nenhum perfume. É só o meu cheiro mesmo." Essa é a mágica do almíscar, que está em uma versão translúcida e borbulhante que me lembra o almíscar de Musk Soft.



1920 tem um cheiro confortável que desperta ternura e o desejo de um abraço.



Se você achou que Flower by Kenzo ou Red Garden fossem um pouco "demais", experimente 1920 porque esse provavelmente está na intensidade adequada.



A projeção nas primeiras 2 horas é entre média e alta, pode variar bastante em diferentes condições de vento e umidade. A fixação na minha pele é de 12 horas ou mais. O rastro é persistente: o cheiro de 1920 "gruda" em todas as superfícies nas quais eu toco leva dias para sair.



Também é o tipo de perfume que forma uma "nuvem" em volta do corpo: mesmo quando já não é possível sentir o perfume no ponto exato da pele em que você aplicou, outras pessoas continuam sentindo 1920 "em volta" de você.



A surpreendente versão body splash







Quando eu comprei a colônia 1920 de 100 mL, tinha uma promoção incrível na loja e eu acabei levando de brinde o body splash de 300 mL. Pensei que fosse uma versão menos concentrada e mais volátil, mas me surpreendi.



1920 Body Splash é outra excelente fragrância da Água de Cheiro. É um flanker de 1920 e não tem nada de splash.



Pra começar, o "body splash" projeta muito mais e por muito mais tempo. O que me deixou boquiaberta porque geralmente é o contrário que acontece.



Já na abertura, dá para sentir algum ingrediente como cravo (tempero), coentro ou cardamomo, o que o torna mais picante e oriental.



E no acorde floral do corpo, também sinto cheiro de cravo (agora a flor), o que mantém o caráter oriental e dá ao perfume um quê de sensualidade que a colônia não tem.



A fixação do "body splash" na minha pele também passa de 12 horas. E o rastro consegue ser ainda mais grudento e um pouco mais incômodo do que o da versão colônia.



Enquanto a colônia tem uma base almiscarada e "transparente", o body splash tem um fundo oriental bem temperado.



Considero a colônia 1920 como a versão diurna e o "body splash" como a versão noturna. Lembrando que o body splash tem o triplo de perfume, vem em frasco de plástico e é mais barato.



Eu juro que não entendi essa "estratégia" da Água de Cheiro. Agora a crise da empresa até que faz sentido.



Fixa mais que Mahogany



Ainda não tive a oportunidade de testar Flower da Mahogany com calma, mas já experimentei ele várias vezes no shopping e notei que ele fixa muito menos do que 1920.



Tanto a colônia quanto a versão "body splash" de 1920 são excelentes opções de assinatura olfativa para habitantes do Brasil que buscam um floral violeta possível.



Até mais!



Segunda foto: Pixabay | Pezibear


Pix meutedio arroba mail ponto com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são moderados pela autora do blog.